sŠbado, junho 02, 2018 16:24

Archive for the ‘Z’ Category

Zombies

quinta-feira, Janeiro 1st, 2009

zombie_spec

 

Entre as lendas de mortos-vivos um dos mitos mais difundidos na cultura popular é o dos zumbis ou Zombies. Segundo a lenda são seres humanos que morreram, mas por ação de um sacerdote vodu regressaram à vida e se converteram em escravos dessas pessoas.

Para criar um zumbi, um bokor (sacerdote ou sacerdotisa) rouba o ti bon ange (alma menor). Este roubo √© feito mediante t√©cnicas de magia negra quando a pessoa est√° morrendo, e imediatamente depois de morrer. O ti bon ange √© conservado em uma garrafa pelo ladr√£o, que a partir desse momento tem o controle do corpo da pessoa morta, esta carece de pensamento e controle aut√īnomo, de modo que pode ser manejada como um escravo total e absoluto por parte do ladr√£o. Existe tamb√©m o “astral”, que √© uma energia proveniente da alma humana, e que tamb√©m √© capturada pelo sacerdote e usada para aumentar o seu poder. O astral Zombi √© normalmente mantido dentro de uma garrafa que o sacerdote pode vender aos seus clientes para dar sorte ou sucesso financeiro.

Em pa√≠ses onde o vodu √© muito difundido religiosamente √© corrente dizer que pessoas de muito sucesso t√™m zumbis aos seus servi√ßos. Acredita-se que os ghede (esp√≠ritos dos mortos que usam chap√©us de copa) tamb√©m podem criar zumbis. Em algumas comunidades da √Āfrica do Sul, acredita-se que uma pessoa morta pode ser transformada em um zumbi por uma crian√ßa pequena. √Č dito que a magia pode ser quebrada com um sangoma poderoso o suficiente.

Acredita-se que ap√≥s um tempo, Deus tomar√° a alma de volta e o zumbi vai deteriorando-se, como se apodrecesse e finalmente seu corpo acabara por morrer completamente, o que torna o zumbi uma entidade f√≠sica/espiritual tempor√°ria. Devido a esse fator, sempre s√£o descritos com uma apar√™ncia que demonstra o efeito do tempo e da morte, possuindo a pele apodrecida, com um cheiro forte e horr√≠vel e normalmente perdendo partes do corpo, como dentes, dedos, etc. A lenda Vodu sobre o zumbi diz ainda que quem o alimenta com sal vai faz√™-lo retornar imediatamente para o t√ļmulo.

Embora estejam entre as menos fant√°sticas das criaturas lend√°rias, a figura dos zumbis ganhou um grande destaque mundial, se tornando extremamente popular gra√ßas ao filme de 1968 “Night of the Living Dead” de George A. Romero, que deu origem a todo um g√™nero de est√≥rias de terror, que hoje j√° alcan√ßa praticamente todas as m√≠dias.

Nesse tipo de est√≥ria os zumbis sempre apresentam uma mistura das suas pr√≥prias caracter√≠sticas com as de outros tipos de mortos-vivos (Principalmente ghouls) e geralmente tamb√©m possuem a capacidade de criar novos zumbis a partir dos cad√°veres dos humanos que eventualmente s√£o eliminados por eles, ou mesmo infectando humanos vivos com doen√ßas letais que convertem as pessoas em zumbis assim que elas v√™m a falecer, a partir dessa linha de pensamento surge o conceito de ‚ÄúApocalipse zumbi‚ÄĚ.

Apocalipse zumbi:

√Č um cen√°rio hipot√©tico da literatura apocal√≠ptica. Cultuado – e at√© mesmo aguardado – por muitas pessoas e com base na fic√ß√£o cient√≠fica e no terror, a express√£o refere-se a uma infesta√ß√£o de zumbis em escala catastr√≥fica, que rapidamente transformaria esta esp√©cie na dominante sobre a Terra. Tais criaturas, hostis √† vida humana, atacariam a civiliza√ß√£o em propor√ß√Ķes esmagadoras, imposs√≠veis de serem controladas por for√ßas militares, mesmo com os recursos atuais √† disposi√ß√£o.

Em algumas hip√≥teses, v√≠timas de um ataque de zumbi tamb√©m se transformariam nestas criaturas se sofressem uma mordida ou arranh√£o de um infectado. Em outras, ‚Äúo v√≠rus‚ÄĚ pode ser transmiss√≠vel atrav√©s do ar. Finalmente, existe ainda o quadro mais ca√≥tico: Todo o ser humano que morre, seja l√° qual for √† causa, torna-se um morto-vivo. Nestes cen√°rios, os zumbis ca√ßam seres humanos para alimentarem-se, sua mordida causando a infec√ß√£o que faz com que um sobrevivente de ataque tamb√©m se torne um zumbi posteriormente. Isto rapidamente se tornaria uma infesta√ß√£o absolutamente incontrol√°vel, com o p√Ęnico causado pela “Praga Zumbi” acarretando no r√°pido colapso do conceito de civiliza√ß√£o como hoje a conhecemos. Em pouco tempo, a exist√™ncia de vida humana no planeta seria reduzida a poucos grupos de sobreviventes – n√īmades ou isolados – buscando por alimento, suprimentos e lugares seguros num mundo pr√©-industrial, p√≥s-apocal√≠ptico e devastado.

O conceito, nascido na década de 1960, ganhou grande popularidade ao longo dos anos, servindo de tema para incontáveis filmes, seriados, livros, histórias em quadrinhos, videogames e outras obras de variadas mídias. Como já mencionado, há até mesmo os que acreditam na concretização de tal cenário, e preparam-se para sua suposta chegada.

 

PQAAABVU781a3Z1-VCk8RD7c8K9Wi33fCFbArSXug8VoAH-zZ_MdlkZhvgxoWgsC2Vs7ZW_um92clrlYl9RhL_JCIuwAm1T1UBgdCfmt_O6gp4tFDpyVbe2wAjMt