sexta, maio 18, 2018 02:36

Archive for Março, 2015

Kintaro

quinta-feira, Março 19th, 2015

06Kintaro ( trad. “O Menino de Ouro“) é um herói popular do folclore japonês. Ele é uma criança detentora de uma força sobre-humana, e foi criado nos bosques por uma bruxa. Ele era amigo dos animais da montanha, e mais tarde tornou-se um discípulo do principe Minamoto-no-Yorimitsu, sob o novo nome de Sakata-no-Kintoki.

Kintaro é uma figura popular nos teatros noh e kabuki, e é um costume japonês presentear as crianças com um boneco dele no Dia das Crianças, na esperança de que elas se tornem igualmente corajosas e fortes.

História
Existem muitas versões de sua história. Em uma delas, Kintaro foi criado por sua mãe, a princesa Yaegiri, filha de um homem rico chamado Shiman-Choja, próximo ao Monte Ashigara. Em outra lenda, sua mãe deu à luz no que é hoje Sakata, e foi forçada a fugir, no entanto, devido à luta entre seu marido, um samurai chamado Sakata, e seu tio. Ela finalmente se conseguiu se estabelecer nas florestas do Monte Ashigara para criar seu filho.

Nesse ponto, existem duas versões. Na primeira, a verdadeira mãe de Kintaro abandona a criança na floresta e na segunda, ela morre. Kintaro acaba sendo encontrado e criado pela bruxa da montanha, Yama-uba (um conto diz que a mãe de Kintaro o criou, mas devido a sua aparência abatida, ela veio a ser chamada de Yama-uba). Na versão mais fantasiosa do conto, Yama-uba era a mãe de Kintaro, e deu a luz ao mesmo após ser impregnada por um trovão enviado por um dragão vermelho do Monte Ashigara.

kintaro05b
As lendas concordam que mesmo sendo uma criança, Kintaro era ativo e incansável. Ele era gordo, corado e vestia apenas um babador com o kanji para ” ouro” (金) bordado nele. Seu único outro acessório era uma machadinha. Como não haviam outras crianças na floresta, seus amigos eram principalmente os animais do Monte Ashigara. Ele também era incrívelmente forte, sendo capaz de esmagar rochas em pedaços, arrancar árvores e quebrar troncos como se fossem meros galhos. Seus amigos animais serviam como mensageiros e montarias, e algumas lendas dizem que Kintaro aprendeu a falar a língua deles. Vários contos falam das aventuras de Kintaro, lutando contra monstros e demônios, enfrentando ursos, e ajudando os lenhadores locais a cortar árvores. Em uma de suas aventuras, ele enfrentou um demônio na forma de uma aranha venenosa gigante. Ele arrancou uma árvore e a utilizou para esmagar o monstro.

Um dia, quando já era adulto, Kintaro estava derrubando uma árvore com as mãos, para construir uma ponte sobre uma cachoeira e criar uma passagem para os animais, quando vassalos do então senhor feudal Minamoto-No-Yorimitsu passavam por lá. Ao testemunharem as habilidades e a força do rapaz, decidiram levá-lo à presença de Minamoto-No-Yorimitsu, que o recrutou, tornando-o membro de sua guarda pessoal e levando-o para Kyoto.

Kintaro ganhou poder, riqueza e proeminência como um samurai, e veio a ser conhecido como Sakata no Kintoki. Ele posteriormente construiu uma casa confortável para sua mãe em Kyoto, onde eles puderam viver com muito conforto.
5211641818af5538e7ba6c829207174d  kintaro3

Ajatar

quarta-feira, Março 11th, 2015
Ajatar (também escrito Aiatar, Ajattaro ou Ajattara) é um espírito maligno feminino presente no folclore finlandês. Seu nome possivelmente é derivado do verbo finlandês ajaa, que significa “perseguir”. Conhecida como “Diabo dos Bosques” ou “Mãe do Diabo”, ela comumente se manifesta na forma de uma bruxa com serpentes enroladas em seu corpo, porém pode adotar outras formas, como a de um dragão ou serpente.
Assim como seu epiteto “Diabo dos Bosques” deixa evidente, Ajatar habita em bosques e florestas, onde amamenta em seu próprio seio serpentes e bestas que lá habitam. Diz a lenda que aqueles que olharem diretamente para uma Ajatar são acometidos pelas mais variadas pestes e enfermidades, e acabam morrendo.
tumblr_m0e5ownnrd1r4zh2uo1_1280  ajatar     450px-Ajatar