sŠbado, junho 02, 2018 13:45

Archive for julho, 2012

Vrykolaka

sexta-feira, julho 20th, 2012

strigoi_by_skorganizedchaos-d5jnhr7

 

Vrykolakas são uma classe de mortos-vivos pertencentes ao folclore grego. Eles nascem dos cadáveres de pessoas más, que cometeram crimes tão terríveis que à elas foram negados os ritos mais básicos de sepultamento.

Tem semelhanças com muitas criaturas lendárias diferentes . Por exemplo , é como um fantasma, na medida em que é um espírito que assombra dos mortos.

Lendas também dizem que esmaga ou sufoca a dormir , sentado sobre eles , bem como um incubus. O vrykolakas também tem muitas afinidades com o lobisomem , mas a maioria das fontes de compará-lo com o vampiro. Esses bestiais mortos-vivos podem disfarçar seus horríveis rostos magicamente, com o intuito de espalhar a morte e a doença entre os vivos. Um vrykolaka pode infectar uma pessoa com pragas só de chegar perto dela e seu toque pode drenar a energia vital dos mortais.

Aparência

Vrykolakas se parecem com macacos corcundas, sem pelos, com um murcho rosto humanoide e longas presas. Sua pálida carne esburacada é estranhamente esticada sobre sua carcaça torcida. Como a sua coluna está dobrada com mortos-vivos , os vrykolakas raramente possuem mais de 1 metro e meio de altura, e pesam de 20 a 30 quilos a menos do que em vida. No entanto, essas criaturas possuem a capacidade sobrenatural de se disfarçar, sendo o suficiente para passarem despercebido nas comunidades dos vivos, embora não tão igual aos seus antigos eus .
strigoi_by_skorganizedchaos-d5jnhr7
Habitat e Ecologia

Como criaturas mortas-vivas, vrykolakas não possuem uma ecologia normal, e são criaturas solitárias. Vrykolakas recém- criados muitas vezes procuram a sua antiga família ou companheiros como suas primeiras vítimas , fervendo de ódio e ressentimento por eles.

Vrykolakas s√£o muito dif√≠ceis de matar. Se um vrykolaka √© morto, seu esp√≠rito deixa o corpo¬†imediatamente¬†¬†e tenta possuir um animal pr√≥ximo a ele. Se for bem sucedido, ele retorna ao seu t√ļmulo e tenta enterrar-se na terra, ressurgindo dentro de alguns dias como um rejuvenescido¬†vrykolaka. Da mesma forma, uma pessoa morta por um vrykolaka pode renascer como um dentro de alguns dias como um, a menos que ela seja enterrada com os ritos adequados.

No entanto, assim como vampiros, vrykolakas possuem um v√≠nculo com seus t√ļmulos. A cada amanhecer, os vrykolakas devem retornar ao seu t√ļmulo e descansar enterrados na terra durante o dia inteiro. Enquanto descansam, eles s√£o impotentes e podem ser facilmente destru√≠dos, por isso eles tomam muito cuidado ao esconder o seu local de sepultamento.

strigoi_by_skorganizedchaos-d5jnhr7

Cuero

segunda-feira, julho 9th, 2012

El-Cuero

 

O Cuero (em espanhol El Cuero, “A Pele de Vaca“) √© uma perigosa criatura vamp√≠rica que,¬†de acordo com os relatos,¬†habita em lagos e rios do arquip√©lago de Chilo√©, no Chile. Ele se assemelha a uma grande tira de couro bovina, com garras nas pontas e um par de olhos saltados. Na parte de¬†baixo do seu corpo, mais precisamente no centro, a criatura possui uma boca que parece uma grande ventosa com a qual suga at√© a √ļltima gota de sangue de suas v√≠timas, que podem ser tanto humanos quanto animais.
Ele se desloca suavemente pela face das águas a procura de alimento. Assim que identifica um alvo, ele o hipnotiza, e se estiver ao seu alcance, ele irá rapidamente envolvê-lo, arrastando-o para o fundo do rio ou lagoa, onde irá sugar seu sangue e depois devorá-lo.
De acordo com as lendas, o √ļnico meio de deter o Cuero √© com a ajuda de um mago,¬†que por meio de rituais atrai o Cuero para a margem das √°guas, e atira nele ramos decalafate¬†(arbusto de dur√≠ssimos espinhos com frutos doces e azuis). O Cuero, cego pelo feiti√ßo do mago, pensa que o ramo de espinhos √© uma presa e o¬†envolve. Assim que o Cuero aperta os ramos com for√ßa, os espinhos se enterram em seu corpo, dilacerando-o.