sábado, maio 19, 2018 23:16

Archive for Fevereiro, 2009

Inccubus & Succubus

sexta-feira, Fevereiro 27th, 2009

succubus1

 

 

Inccubus (Incubus, Íncubo) e Succubus (Sucubus, Súcubo) são poderosos demônios que costumavam atormentar homens e mulheres. Ambos os nomes, Incubus e Sucubus, têm origem latina. Incubus vem do verbo incubare que significa “deitar-se sobre” e Sucubus vem do verbo succubare que significa “deitar-se em baixo de“. Assim sendo, Incubus são demônios machos que visitam mulheres mortais e têm sexo com elas, enquanto Sucubus são as versões femininas e atacam homens.
Existem muitas lendas que relatam acontecimentos ou encontros com estes demônios, cada um influenciado pela sua cultura e contexto sócio-político. Na era medieval acreditava-se que esta terrível criatura sugava a força vital da vitima, o que naqueles tempos representava a alma. Portanto pensava-se que os Sucubus e Incubus roubavam almas. Mas com o passar dos séculos os hábitos destes seres mudaram muito drasticamente. Começaram a assediar e a consumar atos sexuais, sendo considerado um pecado contra Deus.
Estas lendas medievais provavelmente devem vir do antigo mito grego de Empusae, que eram demônios e filhas da obscura deusa Hécate. Podiam transformar-se em cadelas, vacas ou belas donzelas e deitavam-se com os homens de noite, sugando a sua forca vital até á morte.
Também existe outra versão que afirma que estes demônios provêm do demônio Lilith. Segundo antigas lendas Hebraicas, Lilith foi a primeira mulher de Adão. Foi feita a partir de sujeira e de lixo antes da criação de Eva. Ela deixou Adão porque durante o ato sexual, ele deitava-se sempre por cima dela e como ela achava-se igual a ele, o ato devia se consumado com ambos deitados de lado. Começou a copular com anjos caídos e teve imensos filhos (demônios). Eram chamados de Lilim, os que seduziam os fracos mortais no silencio da noite.
incubus0tz

A Foto Amaldiçoada

segunda-feira, Fevereiro 2nd, 2009

fotoamaldicoada

 

Há dois anos uma foto foi encontrada na memória de uma maquina digital de um rapaz de 18 anos que foi encontrado morto perto de uma fazenda de Minas Gerais.
O rapaz estava segurando a máquina fotografica, os olhos estavam abertos e havia uma pequena marca na sua testa. A princípio o que mais chamou atenção foi um bilhete encontrado num dos bolsos, que continha um texto que vocês poderão ler logo abaixo.

Texto do bilhete:

Não achem que eu sou apenas mais um louco ou alguém que não tem nada de melhor para fazer, pois estou correndo um grande risco de mandar essa mensagem para você.

Olhe, é sua opção acreditar ou não, mas eu sou um visitante de um futuro não tão distante assim. Sim, nós conseguimos visitar o passado, o que é uma coisa realmente incrível. Ver como tudo aconteceu, mas com um olhar diferente.

Para vocês não deve ser difícil de acreditar, mesmo com a tecnologia que possuem. Mas nem tudo é um mar de rosas, existem regras que jamais podem ser quebradas, e eu estou quebrando a principal delas vindo aqui. Nunca se deve conversar com pessoas do passado, e eu vou provavelmente ser morto por quebrar essa regra, mas avisar vocês é mais importante que a minha vida, pois o que vocês passarão é pior que a própria morte. Eu não posso dizer exatamente o que é, contudo eu posso passar uma pequena informação.

Trás para perto de ti aquele sentimento que tinham quando criança sobre aqueles que te observam no escuro.